GUARAREMA-SP

20:56 Sempre Girando 0 Comments


Maria Fumaça de Guararema
Aproveitando o feriado prolongado da Independência do Brasil, saímos de São Paulo em direção à Guararema-SP no primeiro horário disponível da Rodoviária do Tietê, às 8:30h. Devido às estradas congestionadas na saída da capital e, na chegada à Guararema, ter um trecho interditado ao trânsito, demoramos a chegar ao nosso destino. Chegamos à rodoviária de Guararema às 11:40h do dia 7 de setembro de 2017 após 3:10h de viagem.

Demos entrada na Pousada Calil e fomos almoçar antes de iniciar o pedal num trecho curto conforme sugerido no "Guias de Trilha" nº 2 (Guararema 1), do autor Guilherme Cavallari. A pousada, estrategicamente localizada no centro, tem chalés bem cuidados e confortáveis, um atendimento cordial e revelou ser uma ótima escolha para quem deseja visitar a pé as principais atrações turísticas da cidade.

Costumamos ter dificuldade de encontrar a saída das cidades conforme as indicações do Guia de Trilha e dessa vez não foi diferente. Uma vez estando em frente às escadarias e de costas para a Igreja Matriz, basta seguir à direita, atravessar a rua e entrar na rua em frente, a Rua Doutor Silva Pinto.

Pinguela
No Km 3,21 é necessário ter um pouco de  atenção, pois a ponte que consta no Guia de  Trilhas foi derrubada pela Prefeitura e substituída  por uma "pinguela" pelos morados locais.

 Os primeiros 6 km desse percurso foram um  pouco desgastantes, pois tivemos que descer  várias vezes da bike em virtude do piso de brita  da linha férrea ser escorregadio, com risco de  queda, e invadir o estreito caminho de passagem  de pedestres ao lado dos trilhos em vários pontos.

Seguimos mais por alguns quilômetros as indicações da planilha e retornamos pela estrada principal para a cidade.

GUARAREMA a JACAREI

Igreja Matriz de Jacareí
No segundo dia de pedal utilizamos o "Guia de Trilhas" nº 8 (Jacareí 1), começando a trilha no Km 24,46 (Igreja Matriz de Guararema). Calculamos a diferença de quilometragem entre os pontos antecipadamente e anotamos tudo na planilha para facilitar a localização dos pontos de referência no Guia. As figuras do Guia de Trilhas serviram de orientação da mesma forma, uma vez que seguíamos na mesma direção da planilha.

Seguindo os trilhos da parte desativada da ferrovia, é interessante notar como o caminho da antiga estrada de ferro foi parcialmente encoberto hoje por estradas e propriedades particulares.

Nos desviamos da planilha em algum ponto, lá pelo Km 38, e acabamos caindo na estrada principal, atravessamos a Rodovia Carvalho Pinto por uma enorme ponte sem trânsito entre os 4 túneis que podiam ser vistos lá de cima da ponte, e chegamos ao ponto zero da planilha por volta das 14:30h. Do lado da Igreja Matriz de Jacareí há um restaurante self-service que ainda estava servindo almoço àquela hora.

Igreja Matriz em reforma
Ao sair da Igreja Matriz de Jacareí para retornar à Guararema, tivemos novamente dificuldade em interpretar os desenhos e nos posicionarmos corretamente para iniciar o caminho de volta. A melhor forma de acertar a saída é posicionar-se em frente aos degraus e de costas para a Igreja, seguir a rua à esquerda e descer a rua que fica logo atrás da Igreja. De lá pode se avistar uma avenida larga, siga em direção à Av. Santos Dumont, passe pelo Espaço Liberdade e siga as demais indicações do Guia de Trilhas.

Retornamos à Guararema com certa tranquilidade, pois a inclinação do terreno contribuiu a nosso favor. Ao final do trecho por asfalto, com o cair da tarde, acendemos nossas lanternas e pedalamos de volta para a pousada.

Observações: 

- Observamos que o mapa no Guia de Trilhas apresenta um erro: no desenho do mapa, na página 14, está escrito "Jundiaí" quando deveria estar escrito "Jacareí".
- No mês de dezembro acontece o "Natal Luz" na cidade de Guararema e, devido à essa atração especial, milhares de turistas visitam a cidade, provocando congestionamentos. Para quem deseja sossego, talvez esta não seja uma época ideal para visitar a cidade, mas pode ser especialmente atraente para quem gosta de agitação.
- A cidade não dispõe de semáforos. Apesar de a quantidade de carros no centro ser grande, eles transitam em baixas velocidades e costumam parar nas faixas de pedestres para permitir a travessia das pessoas.
- É preciso cautela ao pedalar pelas ruas, pois os ciclistas locais seguem na contramão, ao contrário do recomendado pelo Código Nacional de Trânsito.

Veja as fotos da viagem: https://photos.app.goo.gl/N9QG8Lsog2XJvJDO2

Maria Fumaça de Guararema Aproveitando o feriado prolongado da Independência do Brasil, saímos de São Paulo em direção à Guar...

0 comentários: